Sonic Lost World: Pontos Positivos e Negativos


O pessoal do site IGN publicou uma grande prévia do jogo Sonic Lost World, falando sobre os pontos positivos e negativos que podemos esperar do jogo. O texto foi escrito por Taylor Cocke e os caras do Soniclub fizeram uma tradução livre deste artigo, que vocês podem ver na sequência. 

"Sonic Lost World não é apenas velocidade. A nova aventura 3D do ouriço azul parece estar mais lenta à primeira vista. Sua caminhada normal não pode ser descrita como um sprint e parece que está faltando algo em seu alucinante ritmo ao corrermos para frente ao longo das fases cilíndricas.

Mas em seguida, ele corre por uma parede, ele passa por cima de uma árvore, salta sobre um obstáculo. Ele mantém o seu ímpeto, enquanto nos jogos anteriores, ele teria parado no meio do caminho. Pode parecer uma mudança pequena no início, mas a capacidade de manter o ouriço azul em movimento é, talvez, a maior mudança na série.

Tudo isso acontece devido ao novo sistema de parkour. Com o gatilho direito pressionado no GamePad, Sonic entra em uma espécie de modo livre, ao estilo Assassin’s Creed, que lhe permite usar as pernas para escalar paredes, subir em árvores ou salvar-se da morte certa nos abismos. 


Ou, ele pode usar estes recursos para chegar a novos caminhos nos níveis 3D. Na primeira fase da demo que joguei, que foi o ato um da Windy Hill Zone, eu acabei por ficar escalando paredes e dando saltos loucos, a fim de encontrar novas áreas. A multiplicidade dos caminhos através das fases, fazem com que as explorações de caminhos seja algo muito intuitivo em Sonic Lost World, tal como os sinuosos caminhos dos jogos originais do Mega Drive, que fizeram o Sonic famoso. 

Essa influência é sem dúvidas muito intencional. O Sonic Team assumiu claramente que inspirou-se nos jogos clássicos e deu seu melhor para trazê-los para a era moderna da série. A grande maioria dos inimigos são puxados diretamente da era 16-bit, como os peixes robôs, os caranguejo robôs, e as aves, bem, robôs. As fases se assemelham com os grandes clássicos do ouriço, incluindo uma fase com um visual de cassino, a Frozen Factory Zone.

Com seu retrocesso, Sonic Lost World utiliza algumas ideias mais recentes para fazerem as coisas parecem mais legais. Os Wisp de Sonic Colours estão de volta, incluindo alguns novos como o Astroid, que suga os inimigos e obstáculos a sua volta, aumentando seu tamanho para conseguir puxar objetos cada vez maiores e assim limpar o caminho para o Sonic poder correr tranquilamente. 


Todos os poderes dos Wisp são controlados pelo GamePad. O poder Astroid, por exemplo, é controlado pela inclinação do dispositivo, enquanto outros exigem que você toque na tela no mesmo ritmo, ou desenhar formas específicas para utilizá-lo corretamente. Os poderes são variados e eles se encaixam incrivelmente bem com as fases para as quais foram projetados. 

Nem todas as fases simplesmente giram em torno da utilização dos Wisp. Na Frozen Factory, Sonic transforma-se em uma enorme bola de neve, onde o jogo torna-se algo como um Super Monkey Ball e o Sonic tem que sair rolando, tomando cuidado para não sair do caminho. A Silent Forest, mistura momentos de deslizar e de correr em um túnel, lembrando o Special Stage de Sonic 2. 

Para os velocistas competitivos, Lost World traz um modo de corrida de dois jogadores, onde os jogadores se enfrentam em versões mais difíceis das fases do modo para um jogador, para ver quem é o melhor. Os veteranos do Sonic sabem que há momentos em que não é possível voltar atrás. Felizmente, o sistema de checkpoint nas corridas corrige isso. Quando um jogador passa por um portão, os dois jogadores são teletransportados para a linha da metade da corrida, dando três segundos de vantagem ao vencedor da seção anterior, como uma pequena recompensa. O resultado são corridas acirradas e emocionantes. 


Viciados em velocidade podem estar um pouco decepcionados por o Sonic estar um pouco mais lento neste jogo, mas não se preocupem, há opções para vocês. Em certas fases, Sonic chegará a sua velocidade máxima e não haverá maneira de freiá-lo. Enquanto eu gasto muito do meu tempo com Lost World apenas segurando o gatilho de corrida, o famoso spindash do Sonic pode ser executado com o gatilho esquerdo. É um pouco imprudente, quando eu usei, eu descobri que eu voaria por caminhos alternativos do passado, mas com um pouco mais de prática, eu certamente serei capaz de usá-lo para speedruns ou coisas similares, que serão apoiadas por um sistema de classificação. Curiosamente, a equipe deu a entender que haveria um toque na forma como eles trabalhavam, mas não quiseram comentar mais do que isso.

Contra-intuitivamente, no entanto, ter o Sonic mais lento é uma boa opção para mover-se através das fases, gerando uma experiência muito mais fluida e aparente rápida. Jogos de plataforma em 3D têm sido um problema para o Sonic desde Adventure, mas parece que isso foi resolvido aqui. Eu não tinha problema para correr rumo a uma ponta, apenas reduzindo um pouco a velocidade para fazer alguns saltos mais precisos - algo que teria sido quase impossível e não muito divertido em jogos anteriores do Sonic.

O resultado é um jogo fluido e preciso do Sonic em 3D, que finalmente conseguiu trazer um grande feito para a era moderna. Isto é o que o Sonic sempre foi: o impulso, não a velocidade imprudente. Lost World parece ser um verdadeiro retorno às raízes do Sonic por meio de uma revisão da maneira como ele funciona."

Um comentário:

Fernando disse...

Oi, gostaria de fazer parceria com seu Blog:

Meu blog é: http://paixaopeloriogrande.blogspot.com.br/


Obrigado, aguardo resposta em meu Blog.