Crítica – Detona Ralph (Wreck-it Ralph)

Uma animação para os marmanjos


Como eu queria ter um controle remoto dentro daquela sala de cinema. Afinal eu poderia pausar e passar em slow motion uma porrada de cenas só para ficar reparando (ou caçando) os personagens e as referencias dos games.(não é eu quem disse isso ^^)

Detona Ralph não é uma animação qualquer, foi um filme pensado em agradar um publico especifico. Os gamers, os atuais jogadores e principalmente os nostálgicos (oldgamers).


Ralph é o vilão de um game clássico que cansou de ser ignorado e ver todo o mérito ir para o mocinho. Ele resolve abandonar o seu game para se tornar um herói em outro jogo, no meio do caminho ele conhece outra personagem de um jogo de corrida que também está colocada de stand by no seu jogo, exatamente por ela ser um “bug”, e resolve ajuda-la.

A história de Detona Ralph pode parecer mais uma daquelas historias cheias de clichês, onde o personagem passa praticamente por uma “jornada do herói” e dessa forma provar para todos os seu valor. Por isso que eu afirmo que essa animação não irá surpreender o publico mais novo, eu pude perceber que tinha algumas crianças na sala de cinema, porem eu senti que elas não captaram as melhores piadas do filme que foi feita exatamente em cima de personagens e referencias de games (principalmente os games de 8 e 16bits). Ao acabar o filme eu perguntei para o filho do meu amigo, uma criança de 8 anos,  se ele tinha gostado do filme, ele apenas respondeu: -É legalzinho.

Perguntei para o pai da criança, que é um amante dos games, e ele me respondeu com um brilho nos olhos: – ADOREI!! E vou comprar o blu ray.

Ou seja, a Disney parece ter feito uma homenagem aos jogadores mais velhos, deu pra perceber que eles não usaram personagens aleatoriamente e estudaram um pouco sobre cada personagem (e jogo) que foi mostrado.

É claro que foi sentida a ausência do personagem mais famoso dos vídeo games. Afinal Super Mario Bros não foi citado nem de relance, mas as “más línguas” comentam que a Nintendo e a Disney não conseguiram chegar a um acordo comercial, porem em alguns sites estrangeiros eu peguei a informação que a Nintendo não iria liberar o seu personagem para ser apenas um coadjuvante na historia, como ocorreu com o seu rival Sonic, que apareceu por apenas alguns segundos.

Porem já existe boatos de que os irmãos Mario estarão na sequencia da animação, sim já estão prometendo uma sequencia.

De qualquer forma eu adorei muito ter assistido Detona Ralph, confesso que chorei de emoção em algumas partes do filme, e reparei que apenas os gamers sentiram a mesma emoção nessas partes. Já para as crianças essas cenas mais “fortes” do filme podem ter passado despercebido.

Minha nota para Detona Ralph é 9 de 10, e com certeza irei comprar o Blu Ray assim que sair, para dai sim conseguir assistir algumas cenas em slow motion.



Sinopse:

Ralph (John C. Reilly) é o vilão de Conserta Félix Jr., um popular jogo de fliperama que está completando 30 anos. Apesar de cumprir suas tarefas à perfeição, Ralph gostaria de receber uma atenção maior de Felix Jr. (Jack McBrayer) e os demais habitantes do jogo, que nunca o convidam para festas e nem mesmo o tratam bem. Para provar que merece tamanha atenção, ele promete que voltará ao jogo com uma medalha de herói no peito, no intuito de mostrar seu valor. É o início da peregrinação de Ralph por outros jogos, em busca de um meio de obter sua sonhada medalha.


Gameplay ou melhor, Trailer:



Um comentário:

luiz carlos disse...

Sonic:e jente não virem um turbo
assisti o filme na estreia(04/01/13)